Correio da Manhã, 6 de abril de 1968